sábado, 10 de agosto de 2013

"Mais vale voar e cair..."

A inspiração para este poema veio-me num dia mauzito, para usar o belo do eufemismo. "Mais vale voar e cair...":

Caminho pela vida,
Errante e sem destino.
Um obstáculo se me atravessa
Um precipicio entre margens

Sem força, sonhos ou objectivos
Passivo, só procuro outro caminho.
No entanto, no âmago do meu ser
Só queria voar por cima deste precipicio

Voar, voar,
Voar como Ícaro
Voar até ao céu
Elevar-me desta existência inexistente

De bom grado partilharia
O destino do arrogante Ícaro
Que almejou o Sol
E em chamas tombou

Melhor destino é esse,
Sofrer por desejar o céu
Na procura de glória perecer
Do que somente na mediocridade sobreviver


Sempre vosso,
Luís

11 comentários:

  1. Bravo, bravíssimo amigo!
    Parabéns !

    Dan.
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, amigo Daniel!

      Fico contente que tenhas vindo a gostar de alguns poemas que cá posto :)

      Abraço

      Eliminar
  2. Tenho que concordar com as palavras do Daniel... Um bela poesia Luís ! Parabéns e um forte abraço !

    ResponderEliminar
  3. Sem objetivo não somos nada. Buscamos sempre a paz, mas se a encontrar-mos efetivamente, não saberemos o que fazer. Enfrentar os problemas é o que nos torna vivos!
    Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em vez de paz, falaria de ociosidade ou um conceito semelhante. O que nos mantém vivos, para mim, é a vontade de sonhar, de chegar mais alto e mais longe. Acho que não precisamos necessariamente de enfrentar problemas para nos sentirmos vivos, mas sim ter a noção de que estamos a fazer algo de relevante/que gostamos.

      Sem essa sensação de realização, somos apenas zombies à espera de morrer definitivamente.

      Eliminar
    2. Luis, é a mesma impressão que tenho! Nunca devemos deixar de sonhar. Quem sonha, está sempre vivo e com idéias. Grande abraço !

      Eliminar
    3. Grande verdade. Como disse o grande António Gedeão (no poema Pedra filosofal):

      "(...) que o sonho comanda a vida,
      que sempre que um homem sonha
      o mundo pula e avança
      como bola colorida
      entre as mãos de uma criança"

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Fico muito contente que tenhas gostada, cara Thais ;)

      Eliminar
  5. Eu penso que o que nos mantém vivos, não são os sonhos, os projetos de vida, a família... nada disto. Penso que, o que me mantém viva é, acima de tudo, a resignação. Estou viva, então, devo ir até o fim. Tudo o mais é pura poesia. A gente "enfeita" a vida para parecer que existe maior sentido. (Nossa, hoje estou, literalmente, crua!).

    ResponderEliminar